sábado, 18 de março de 2017

A decisão do CDS.

O CDS-Esposende apoiou Cepa.
 
Como muitas vezes aqui foi escrito, o casamento político de João Pedro Lopes com João Cepa era um dado querido mas ainda não consumado até ontem.
 
Desde os "Likes"mútuos até ao discurso de Berta Viana no último jantar da concelhia passando pelas dúvidas existenciais de João Pedro Lopes, tudo indicava que na cabeça da concelhia do CDS era João Cepa que representava o verdadeiro PSD e que era com este que queria ir a votos em Outubro de 2017.
 
Percebo a escolha do CDS de um ponto de vista técnico, já que se concentra nas freguesias e solidifica o eleitorado e ganha a hipótese de ter um verdadeiro candidato à vitória nas eleições autárquicas mas seria sincero ao dizer que esperava algo mais.
 
O maior desafio que se coloca a esta direção, na minha visão, é conseguir atravessar o próximo mandato de uma forma que lhe seja possível apresentar um novo candidato nas eleições de 2021 e isso vai requerer satisfação das suas bases e um discurso independente de um eventual Cepa presidente já que dificilmente o PSD lhe dará a mão e uma nova candidatura em conjunto colocaria o CDS-Esposende ao nível de uma muleta política.
 
Mas cá estaremos para ver isso.