quarta-feira, 15 de novembro de 2017

PCP Esposende e a Revolução de Outubro

Foto retirada de Esposende Serviços.

O PCP de Esposende assinalou, no fim de semana que passou, o centenário da Revolução de Outubro. 
Entre outras acções comemorativas, destaca-se uma exposição em plena sala de visitas da cidade de Esposende, o largo Rodrigues Sampaio (conforme ilustra a imagem aqui trazida).
Não deixa de ser antagónico (e irónico) que as comemorações da Revolução de Outubro tenham ocorrido sob o signo da liberdade, um direito que, infelizmente, foi negado pelos pais e filhos da Revolução (URSS, Coreia do Norte, China, Venezuela), e cujo exercício foi brutalmente reprimido (Estaline, China).
Por essa razão, e considerando o local escolhido para a exposição, a paredes meias com a Igreja Matriz, só ficou mesmo a faltar, no programa de celebrações delineado pelo PCP de Esposende, incluir uma missa em memória de todos quantos morreram nas ditaduras comunistas (inspiradas pela Revolução de Outubro). Quem sabe se nas comemorações dos 125 anos os comunistas esposendenses não encomendam uma missinha...