domingo, 25 de fevereiro de 2018

Meia-Maratona com Sabores do Mar.

Recentemente uma delegação das forças vivas de Esposende deslocaram-se à Galiza para promover o festival Sabores do Mar no festival Xantar.

Uma má opção? Claro que não, faltou apenas a promoção à Meia-Maratona para ser o ideal.

A Galiza é um dos maiores viveiros de atletas deste tipo de eventos e a promoção à Meia-Maratona teria sido mais um chamariz para pessoas e operadores turísticos presentes no Xantar que promete agitar Esposende fora da época alta.

Mas não só de publicidade no Xantar pode viver a Meia-Maratona.

O website do Esposende Run e o espaço concedido no site do RunPorto é insuficiente para potenciar este evento, já que seria de todo aconselhável ter um local próprio para inscrições e publicitar as nossas soluções de alojamento para quem queira cá ficar e no entretanto conseguir pacotes promocionais com os hóteis de Esposende para tornar isso uma realidade.

Estamos a 4 meses desse evento e o tempo para se iniciar estes processos cada vez fica mais escasso e numa altura em que as provas se publicitam de um ano para o outro, estes detalhes e escalonamento de tempo são cada vez mais preciosos e uma das chaves para o sucesso da prova.

Podem-me dizer que os outros não apresentam soluções de hospitalidade, que a organização da Meia-Maratona do Douro Vinhateiro, da Meia-Maratona de Viana do Castelo, da Meia-Maratona de Braga, da Meia-Maratona do Furadouro, etc, não o fazem, mas sejamos audazes e diferentes que isso será recompensado.

A alteração de data de 20 de Maio para 27 de Maio têm de ser o último dos erros graves desta organização. Sei que posso estar a ser injusto, mas corrigir essa informação a 6 meses antes da prova é algo que têm de ser uma vez sem exemplo.

Este renascimento da Meia-Maratona de Esposende pode ser um dos maiores dinamizadores turísticos deste concelho e matá-lo à nascença deixar-nos-á a pergunta : o que podia ter sido? E a resposta pode ser penosamente positiva.