quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Concertos de Natal em Esposende.

Mais um ano, mais um conjunto de concertos e teatro protagonizados e coordenados pela Escola de Música de Esposende, Coros de Pequenos Cantores de Esposende e pelo Coro Ars Vocalis.

Não me peçam para ser crítico musical nem para discursar profundamente sobre a produção musical, mas se existe alguma coisa que penso perceber minimamente bem são os movimentos sociais que existem sobre certas causas e atividades e os concertos de Natal protagonizados por estas 3 entidades foram um bom exemplo de que lentamente a sociedade esposendense se reencontra consigo própria e começa a viver e desfrutar daquilo que produz.

Ter este tipo de eventos cheios faz com que a dinâmica social seja mais elevada e que se criem novos pontos de contacto, de aproximação e de discussão de ideias e isso apenas pode ser positivo.  

Ter 2 concertos no salão dos Bombeiros, em 2 dias seguidos, cheios e tendo de apresentar bilhete à entrada, no caso do espetáculo Dons de Natal, é algo que parecia um sonho muito distante à um par de anos atrás.

Ter a sala do Fórum Esposendense cheia para assistir às performances dos alunos da Escola de Música de Esposende a uma 5ª-feira de um dia de trabalho é algo que parecia um sonho muito distante à um par de anos atrás.

Podem-me dizer que eram pais, familiares, irmãos dos artistas mas a verdade é que à um par de anos atrás muitos desses não se interessavam por este tipo de espetáculos e um longo caminho foi sendo realizado até termos Concertos de Natal no sentido clássico da palavra

Dá-me um enorme prazer saber que as gerações vindouras possam ter este tipo de atividades e de eventos que com certeza vão enriquecer a sua juventude e com certeza os tornarão adultos mais competentes e inovadores, e desculpem o desabafo, quem me dera a mim ter tido possibilidades de ter tido este tipo de atividades na minha infância!

Não poderia acabar este artigo sem saudar os professores da Escola de Música de Esposende e a coordenadora da Ars Vocalis Helena Venda Lima por este trabalho de fundo que representa um salto e representa um salto civilizacional da nossa sociedade, e isso é muito mais importante do que um ligeiro salto no ordenado médio na nossa sociedade.