terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Há lampreia?

 Existem coisas que nos parecem tão naturais que nos esquecemos que para os outros são coisas estranhas.
 
 Por mais estranho que possa parecer falo da associação de Esposende e da lampreia.
 
 Para os naturais do concelho a lampreia é um produto característico do concelho mas para quem cá não vive a confeção de lampreia, sempre muito apreciado nesta altura do ano, por estas paragens é visto muitas vezes como uma novidade, até algo exótico.
 
 Ainda hoje reajo com estranheza quando habitantes de Braga, Porto ou Viana do Castelo vão para Monção, Sever do Vouga, Gondomar ou até Barcelos para comerem uma lampreia e com mais estranheza reajo quando essas pessoas me dizem que desconheciam que existe lampreia em Esposende.
 
Mas isso deve-nos dizer alguma coisa.
 
Folheando as páginas dos jornais nacionais e percorrendo as redes sociais vemos facilmente que hoje em dia são mais do que muitos os festivais do prato e que para ter uma presença significativa neste panorama vamos ter de gastar mais algum dinheiro em publicidade.
 
O que fazer?
 
Apostar verdadeiramente no Festival da Lampreia? Existindo já um evento criado, este teria de ter outra publicidade e integrar os restaurantes do concelho para ganhar outra projeção e para servir de catalisador para a divulgação do prato.
 
Apostar na publicitação do prato e dos restaurantes aderentes? Existindo na restauração quem já se dedique à confeção poderíamos pensar em algo no mesmo modelo que o "Sabores de mar". 
 
Não sou especialista da restauração e do turismo, mas que algo têm de ser feito, isso têm.